Mostra Nacional

A Mostra Nacional é tradicionalmente a seção mais competitiva da Quadrienal de Praga, organizada por curadores, que apresentam trabalhos dos últimos seis anos no campo da cenografia e design da performance de cada país.

 Tema da Mostra Nacional – Exposição Brasil

Personagens e Fronteiras:

Território Cenográfico Brasileiro

A proposta para a representação nacional brasileira na PQ’ 11 apresentada por esta curadoria aborda os movimentos da cenografia e sua inquietude na contemporaneidade.

Adota conceitualmente a idéia de cenografia como arte provocadora que se estabelece como uma fronteira pulsante de linguagens.

Privilegia a ideia de um cenógrafo pensador, investigador de uma cenografia que se delineia como um abrigo,  um abrigo sensorial de personagens e de ideias.

Localiza personagens do território cultural brasileiro em diversos graus de urbanidade, personagens provindos de literatura dramatúrgica tradicional e pós-dramática, de narrativas de natureza híbrida e do cotidiano.

A materialização do espaço expositivo é apresentada como Instalação, na qual a interação entre as produções artísticas da cenografia teatral, das artes visuais e da cultura popular revelam o homem brasileiro.

A escolha do conjunto das Obras foi orientada por quatro eixos conceituais: Memória, Lugares, Ação e Transposição. São 24 trabalhos, com mais de 130 artistas envolvidos na ficha técnica, entre individuais, grupos e coletivos artísticos de vários estados brasileiros.

Curador: Antonio Grassi

Curadores Adjuntos: Aby Cohen e Ronald Teixeira (ABrIC/OISTATBr)

Prêmios

As Mostras Nacional, das Escolas e de Arquitetura são competitivas.

Faz parte dos jurados Erich Wonder (cenógrafo austríaco e professor na Akademie der Bildensen Künste de Viena), Monika Pormale (cenógrafa e figurinistas da Latívia), Viliam Docolomanský (diretor da Eslovaquia e República Checa), Felice Ross (iluminador israelense), Arata Isozaki (arquiteto, cenógrafo, curador, teórico e designer japonês), Carmen Romero (diretora do Festival de Teatro Santiago a Mil, no Chile), Marvin Carlson (teórico de teatro e performance americano), Brett Bailey (diretor, dramaturgo, cenógrafo e figurinista da África do Sul) e Kevin Purcell (compositor, sonoplasta e maestro australiano). Para ver um resumo dos currículos dos jurados acesse www.pq.cz/en/pq-jury.html

Os seguintes prêmios são atribuídos e oferecidos pelo Ministro da Cultura da República Tcheca, segundo recomendação do júri internacional:

Golden Triga para Melhor Exposição (de acordo com o conceito proposto pela PQ’11);

Gold Medal para melhor Cenografia;

Gold Medal para melhor Figurino Teatral;

Gold Medal para Melhor Realização de Produção;

Gold Medal para Melhor Arquitetura Teatral e Espaço da Performance;

Gold Medal para Melhor uso da Tecnologia Teatral;

Gold Medal para Melhor Exposição na Mostra das Escolas;

Gold Medal para o Mais Promissor Talento na Mostra das Escolas;

Gold Medal para o Melhor Conceito Curatorial como Exposição.

 

O júri pode decidir não premiar um ou mais desses prêmios. O júri pode decidir por um ou vários prêmios especiais, ou decidir premiar novamente alguma instituição internacional que tenha colaborado com a PQ em algum dos projetos realizados durante a PQ’11, ambos nas competições competitivas ou outros projetos.

 

2 respostas para Mostra Nacional

  1. Pingback: Novidades!!! | Quadrienal de Praga 2011: Espaço e Design Cênico

  2. Pingback: Novidades!!! – PQ11

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s